SECULT lança Projeto Circuito Municipal de Cultura que vai beneficiar 18 bairros

A Prefeitura de São Francisco do Conde, através da Secretaria Municipal de Cultura – SECULT, promoveu na manhã do dia 24 de julho, o lançamento do Projeto Circuito Municipal de Cultura – Cultura em Movimento, que vai realizar diversas oficinas em 18 bairros do município, nos meses de julho e agosto, com o intuito de fortalecer as atividades culturais existentes na cidade com linguagens artísticas: artes visuais; artes cênicas; música; tradições; livro, leitura e literatura; capoeira; políticas e gestão cultural.

A abertura ficou por conta da música de Tainá Cristina e, em seguida, aconteceu uma mesa de abertura no plenário da Câmara de Vereadores. “Nosso principal objetivo com esse projeto é olhar melhor por nossas crianças. Temos que fazer mais projetos como esse, até porque cultura e turismo também são fontes de renda”, frisou o vereador Antônio dos Santos Lopes (Pantera).

Antônio Carlos Conceição Lima, instrutor do Projeto Circuito Municipal de Cultura, também falou sobre a importância do trabalho: “eu quero parabenizar a Secretaria de Cultura pelo projeto que está incentivando a nós, professores, e as pessoas que trabalham com arte e cultura na nossa cidade. Vocês abriram uma nova frente de trabalho para a nossa classe e ao mesmo tempo vocês incentivam as pessoas a trabalharem com arte e fazer o que gostam”, parabenizou.

O Projeto Circuito Municipal de Cultura visa possibilitar o convívio do cidadão franciscano a seus espaços públicos e com isso ofertar atividades artístico-culturais de qualidade. A ação, que conta com a parceria da Rede RC de Comunicação, proporciona um aprendizado baseado no fazer artístico, na criatividade e expressividade e no respeito pelas diferenças e pelas diferentes culturas.

O nosso maior cliente é o povo de São Francisco do Conde e o turismo é a saída para o desemprego, para geração de renda e sustentabilidade. Nós estamos formando multiplicadores e, com isso, esse projeto não se esgota. A cidade não é boa pra quem chega, se não for boa pra quem vive nela”, enfatizou a secretaria de Turismo Ússula Flávia.

Eu estou feliz da vida, pois não é fácil encher essa Câmara em plena segunda-feira. Eu agradeço a vocês pela presença”, falou o secretário de Cultura Osman Ramos. O secretário também agradeceu aos administradores regionais que foram parceiros durante toda a idealização do projeto.

Nós temos que investir na cultura e turismo de nossa cidade. O petróleo que deu riqueza a nossa cidade não é eterno e precisamos reestruturar e investir em vocês, para fazer dessa uma cidade melhor. Abracem esse projeto com atenção, pois ele está preparando vocês para o futuro”, enfatizou o prefeito Evandro Almeida.

Serão realizadas nos meses de julho e agosto as seguintes oficinas:

Dança e Violão – Caípe de Baixo

  • Percussão e Samba de Roda – Caípe de Cima
  • Capoeira com Construção de Instrumentos e Artesanato Cultural – Muribeca
  • Encontro de Culinária Cultural e Artesanato Cultural – Engenho de Baixo
  • Culinária Tradicional “Sabedores e Fazeres” – Ilha do Paty
  • Capoeira com Construção de Instrumentos e Oficina de Cantos e Ritmos – Ilha das Fontes
  • Artesanato Cultural e Samba de Roda – Santo Estevão
  • Pintura em Tela e Oficina de Artesanato Cultural – Socorro
  • Flauta Doce e Capoeira – Colmonte
  • Artesanato Cultural e Oficina de Flauta – Jabequara da Areia
  • Oficina de Canto e Coral – Jabequara das Flores
  • Flautas e Oficina de Cantos e Ritmos – Paramirim
  • Culinária Tradicional, Penteados e Turbantes – Monte Recôncavo
  • Teclado e Cantos e Ritmos – Gurujé
  • Pintura em Tela e Cantos e Ritmos – Campinas
  • Elaboração de Projetos Culturais e Oficina de Corte e Costura – Sede
  • Oficina de Construção de Instrumentos para o samba (Tamborins, Pandeiro, Marcação e Reco Reco) – Roseira
  • Artesanato com Fuxico e Confecção de Máscaras de Papel – São Bento

Serão realizadas nos meses de julho a agosto as seguintes oficinas:

  • Dança e Violão – Caípe de Baixo
  • Percussão e Samba de Roda – Caípe de Cima
  • Capoeira com Construção de Instrumentos e Artesanato Cultural – Muribeca
  • Encontro de Culinária Cultural e Artesanato Cultural – Engenho de Baixo
  • Culinária Tradicional “Sabedores e Fazeres” – Ilha do Paty
  • Capoeira com Construção de Instrumentos e Oficina de Cantos e Ritmos – Ilha das                         Fontes
  • Artesanato Cultural e Samba de Roda – Santo Estevão
  • Pintura em Tela e Oficina de Artesanato Cultural – Socorro
  • Flauta Doce e Capoeira – Colmonte
  • Artesanato Cultural e Oficina de Flauta – Jabequara da Areia
  • Oficina de Canto e Coral – Jabequara das Flores
  • Flautas e Oficina de Cantos e Ritmos – Paramirim
  • Culinária Tradicional, Penteados e Turbantes – Monte Recôncavo
  • Teclado e Cantos e Ritmos – Gurujé
  • Pintura em Tela e Cantos e Ritmos – Campinas
  • Elaboração de Projetos Culturais e Oficina de Corte e Costura – Sede
  • Oficina de Construção de Instrumentos para o samba (Tamborins, Pandeiro, Marcação e Reco Reco) – Roseira
  • Artesanato com Fuxico e Confecção de Máscaras de Papel – São Bento