Servidores municipais participaram do terceiro dia de curso sobre Registro de Preços

Os três dias do curso sobre Registro de Preços, realizado pela Controladoria Geral do Município de São Francisco do Conde – COGEM, em parceria com o Consórcio SOMAR, foi uma importante iniciativa da gestão em prol da eficiência e celeridade na condução dos procedimentos administrativos.

“O curso foi uma grande iniciativa, pois é muito importante sempre estarmos atentos e aprendendo novas técnicas para aprimorar e agilizar o nosso trabalho. Eu não trabalho diretamente com licitação, mas até chegar a esse ponto, são realizadas outras etapas que são necessárias para a concretização do processo. Esse curso também foi esclarecedor para os servidores, onde, na oportunidade, também foi salientado o papel de cada agente dentro da sua área de atuação na condução dos processos. Como existe essa parceria com o Consócio SOMAR, obviamente as compras serão realizadas em grande escala, o que possivelmente irá refletir na redução de preço, resultando em economia de valores que poderão ser revertidos para outras demandas que irão proporcionar mais desenvolvimento para o município”, ressaltou a diretora administrativa da Secretaria de Comunicação (SECOM), de São Francisco do Conde, Tatiana Santana.

O curso ministrado pelo advogado, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (Gestor do Estado da Bahia), José Acácio, foi voltado para os gestores de contratos das secretarias do município, bem como os responsáveis pelos departamentos de Compras e Contratos, além dos membros das comissões de licitações.

“A realização do curso revela uma iniciativa da gestão pública de tornar ainda mais eficiente à gestão, ou seja, trazer modernidade e práticas exitosas. Não está se inventando a roda, e sim copiando práticas que já deram certo em outras praças e o prefeito Evandro Almeida tem essa visão inovadora que irá proporcionar celeridade e consequentemente trazer benefícios diretos para a população. O ideal é que a gente consiga com esse curso fazer com que os servidores compreendam os conceitos do Sistema de Registro de Preços, uma ferramenta sensacional de compra. Nesse sentido, através do sistema, é possível implementar ou aumentar as compras, alcançando economia para os cofres públicos e trazer melhorias para a cidade”, explicou Acácio.