Terceira audiência do PDDM reuniu a comunidade no Centro de Estudos e Aperfeiçoamento do Saber – CEAS

ceas mataripe 2

Na manhã desta quinta-feira, dia 09 de junho, aconteceu em São Francisco do Conde a terceira audiência para ouvir a comunidade e traçar as metas para a cidade avançar nos próximos 10 anos. O evento aconteceu no Centro de Estudos e Aperfeiçoamento do Saber – CEAS e reuniu as comunidade do Caípe de Baixo, Caípe de Cima, Colmonte, Curupeba, Engenho de Baixo, Ilha das Fontes, Ilha do Paty, Jabequara da Areia, Jabequara das Flores, Muribeca e Santo Estevão.

Durante o encontro aconteceu uma mesa de abertura para explicar o objetivo da audiência, a importância da comunidade no processo de decisão e, em seguida, foram formados os grupos de trabalhos de acordo com os bairros e a sociedade para discutir questões fundamentais para a cidade dentro dos seguintes eixos temáticos: Meio ambiente e saneamento; Desenvolvimento econômico e social; Gestão e cidadania; Estrutura e dinâmica urbana.

As audiências do Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal vão contemplar todos os bairros da cidade. Na quinta-feira, dia 02 de junho, aconteceu o primeiro encontro na Escola Arlete Magalhães (antigo CEJAL) para as comunidades da Babilônia, Campinas, Dom João, Drena, Fazenda Macaco, Roseira, Santa Elisa, Santa Rita, São Bento e sede. Já a segunda audiência foi no Monte Recôncavo para os bairros de: Coroado, Madruga, Monte Recôncavo, Paramirim, Socorro e Vencimento, no Centro Educacional Claudionor Batista – CECBA.

A última audiência será na Escola Arlete Magalhães (antigo CEJAL), no dia 16 de junho, das 09h às 12h.

O PDDM é um instrumento básico da política de desenvolvimento do município, cuja principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural, na oferta de serviços públicos essenciais, visando assegurar melhores condições de vida à população. O objetivo é garantir o desenvolvimento das funções econômicas, sociais e ambientais, gerando um ambiente de inclusão socioeconômica de todos os cidadãos e de respeito ao meio ambiente.