Tradição e muita animação marcaram o Dia de São Pedro, último dia de festa em São Francisco do Conde

O último dia do “São João da Gente” e do “Arraiá do Vem Cá”, em São Francisco do Conde, foi marcado por muita animação na Orla Marítima e também no bairro de Campinas. No dia 29 de junho, Dia de São Pedro, o público que compareceu na Praça André Curcino Cruz, em Campinas, queria aproveitar cada segundo desse último dia de festa, que contou com o patrocínio da Caixa e Governo Federal, tendo ainda o apoio da Prefeitura de São Francisco do Conde.

A cada atração que subia aos palcos, moradores e visitantes dançavam o autêntico forró pé de serra com a junção do clima do interior. Como em todos os dias de festa, a programação também oportunizou músicos e bandas locais, a exemplo das que se apresentaram no dia 29 de junho. Fecharam com chave de ouro, esse último dia de festa, as bandas: Forró do Bom, Toque de Amor, Jhones pra Dançar, a cantora Adna Gabriela e o cantor Zé Duarte, que teve o apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiatursa, para se apresentar mais uma vez no “Arraiá do Vem Cá”, em Campinas. Já na Orla Marítima, quem agitou o público com canções de sucesso foram as bandas Numa Sala de Reboco, Suvaco de Gato, além dos cantores Luccas Barreto, Jefinho.com, Eddy Samba e a dupla Léo e Tiny, que encerrou a noite do “São João da Gente 2018”.

O “São João da Gente” foi promovido por representantes da comunidade franciscana, como a Comissão dos Festejos Juninos de São Francisco do Conde, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, Associação de Músicos, Associação dos Blocos, Academia de Letras e Artes de São Francisco do Conde – ALASFCON e contou com o apoio da Prefeitura de São Francisco do Conde, através das secretarias municipais de Turismo (SETUR), Cultura (SECULT), Desenvolvimento Econômico (SEDEC), Saúde (SESAU), Serviços, Conservação e Ordem Pública (SESCOP), Comunicação (SECOM) e Gestão Administrativa (SEGAD), além do apoio cultural da Câmara Municipal de Vereadores.

O “São João da Gente” se encerrou deixando o gosto da saudade para todos que celebraram esta festa tão tradicional do Nordeste.

Esse é o quinto ano que eu venho a São Francisco do Conde para aproveitar os festejos juninos. Todos os anos eu sou muito bem recebido na comunidade de Campinas, não só eu, mas toda a minha família. Aqui sempre encontramos esse clima diferenciado, com gente animada, comidas típicas, ruas enfeitadas e muito forró pé de serra”, declarou o senhor Gil Gomes, que mais uma vez participou dos festejos juninos no município.

Essa sensação de aconchego era sentida em cada detalhe, desde a receptividade dos franciscanos até as comidas típicas do período junino, que são feitas pela comunidade e vendidas em barracas no circuito da festa, fomentando assim o comércio local também nessa época de festa.

Essa é a primeira vez que eu coloco barraca no São João e, apesar da crise, as vendas foram boas. Através dessa oportunidade de comercialização que a festa proporciona, eu pude complementar a minha renda familiar e custear o curso da minha filha”, enfatizou a franciscana, moradora do bairro de Campinas, Dona Regina Damasceno.

Diante dessa declaração, fica explícito o sentimento dos forrozeiros, barraqueiros, músicos, artistas, turistas e todos aqueles que tiveram a oportunidade de vender e brincar numa festa junina marcada pela paz, alegria e muita tradição.